Condicionamento físico

Condicionamento é um termo bem conhecido no mundo fitness, mas o que ele faz com seu corpo?

Os treinos de condicionamento são projetados para potencializar sua capacidade cardíaca e pulmonar. Esses treinos permitem que você faça um grande volume de treino em um período de tempo relativamente curto. E isso é conseguido predominantemente através do uso de treinos intervalados de alta intensidade (HIIT). Por quê? Ele exige tanto os sistemas de energia aeróbica como anaeróbica. E, novamente, isso leva a melhorias no desempenho e na saúde.

Qual é a diferença entre o sistema de energia aeróbico e anaeróbico? Ao treinar aerobicamente, seu corpo usa oxigênio para sintetizar trifosfato de adenosina, uma forma especial de energia que potencializa as atividades das células do corpo, incluindo contração muscular, construção de proteína, comunicação com outras células e o desmonte de estruturas danificadas e não utilizadas. Por outro lado, a via de energia anaeróbica, não precisa de oxigênio para sintetizar o ATP, mas produz lactato. Muito provavelmente ao fazer H.I.I.T. seu corpo usa a via da energia anaeróbica. Em contrapartida, o sistema aeróbico desempenha um papel vital na recuperação do exercício de alta intensidade durante a tensão, que é a regeneração da fosfocreatina (PCr), bem como o aumento da depuração de lactato.

Por isso, o H.I.T.T. é tão eficaz:

  • Ele melhora o seu nível de condicionamento aeróbico e anaeróbico.
  • Treinos Intervalados de Alta Intensidade (HIIT) melhoram o consumo máximo de oxigênio (VO2max) e aumentam o seu limiar de lactato. Ao forçar continuamente o seu limite, você treina suas células para que absorvam mais oxigênio, o que te permite permanecer dentro do sistema de geração de energia aeróbica por mais tempo. Isso eleva o limite do seu corpo e, consequentemente, ao longo do tempo te torna capaz de completar mais e mais exercícios antes de sentir cansaço e dores musculares.

Sessões de HIIT tem um grande impacto na composição do corpo por reduzir a quantidade de gordura corporal, levando a uma melhor saúde cardiovascular, maior sensibilidade à insulina, redução da pressão arterial e melhorias nos perfis de colesterol.

Deixe uma mensagem